Como fortalecer o assoalho pélvico: Dicas da especialista Thalita Barone

Fisioterapia Pelvica

O assoalho pélvico é uma região do corpo muitas vezes negligenciada, mas que desempenha um papel fundamental na saúde e bem-estar de homens e mulheres. Um assoalho pélvico forte e saudável é essencial para o bom funcionamento dos órgãos internos e ajuda a prevenir problemas como incontinência urinária, disfunção sexual e até mesmo prolapsos. Para obter mais informações sobre como fortalecer o assoalho pélvico, conversamos com a especialista Thalita Barone, que compartilhou algumas dicas valiosas.

 

  1. O que é o assoalho pélvico?

Antes de abordar o fortalecimento do assoalho pélvico, é importante entender o que é essa região do corpo. O assoalho pélvico é composto por um conjunto de músculos e ligamentos localizados na parte inferior da pelve. Esses músculos desempenham um papel vital no suporte dos órgãos pélvicos, como a bexiga, o útero e o reto.

 

  1. Por que é importante fortalecer o assoalho pélvico?

Um assoalho pélvico forte é essencial para uma série de funções corporais. Ele ajuda a controlar a micção e a defecação, suporta a gravidez e o parto, contribui para uma função sexual saudável e também auxilia no suporte dos órgãos internos. No entanto, com o tempo, os músculos do assoalho pélvico podem enfraquecer, especialmente em mulheres após o parto ou durante a menopausa. Isso pode levar a problemas como incontinência urinária, prolapsos e disfunção sexual.

 

  1. Exercícios para fortalecer o assoalho pélvico

Felizmente, existem exercícios específicos que podem ajudar a fortalecer o assoalho pélvico. Segundo Thalita Barone, especialista em fisioterapia pélvica, os exercícios de Kegel são uma ótima opção. Esses exercícios envolvem contrair e relaxar os músculos do assoalho pélvico de maneira controlada. A prática regular desses exercícios pode fortalecer e tonificar os músculos, melhorando sua função.

 

  1. Como fazer os exercícios de Kegel corretamente

Thalita Barone destaca a importância de aprender a fazer corretamente os exercícios de Kegel para obter resultados efetivos. Para isso, ela recomenda seguir os seguintes passos:

– Identifique os músculos corretos: para encontrar os músculos do assoalho pélvico, imagine que está segurando a urina ou interrompendo o fluxo durante a micção. Os músculos que você usa para fazer isso são os músculos do assoalho pélvico.

– Contração dos músculos: contraia os músculos do assoalho pélvico por cerca de 5 segundos, garantindo que esteja contraindo apenas esses músculos e não os glúteos ou abdominais. É importante manter a respiração durante a contração.

– Relaxamento dos músculos: após a contração, relaxe os músculos por cerca de 10 segundos antes de repetir o exercício. Certifique-se de não segurar a respiração durante o relaxamento.

 

  1. Outras formas de fortalecer o assoalho pélvico

Além dos exercícios de Kegel, existem outras formas de fortalecer o assoalho pélvico. Thalita Barone destaca a importância de manter uma postura adequada, evitar o levantamento de peso excessivo e praticar atividades físicas que envolvam o fortalecimento do core, como pilates e yoga. Ela também sugere o uso de acessórios como os cones vaginais, que podem ajudar a fortalecer os músculos do assoalho pélvico.

 

  1. Importância de buscar orientação profissional

Embora os exercícios de fortalecimento do assoalho pélvico sejam geralmente seguros para a maioria das pessoas, Thalita Barone ressalta a importância de buscar orientação profissional, especialmente se houver algum problema específico ou histórico de disfunção pélvica. Um fisioterapeuta especializado em saúde pélvica pode fornecer uma avaliação individualizada e orientar os exercícios de acordo com as necessidades de cada pessoa.

 

Conclusão

Fortalecer o assoalho pélvico é essencial para a saúde e bem-estar de homens e mulheres. Os exercícios de Kegel, a manutenção de uma postura adequada e a prática de atividades físicas que fortalecem o core são algumas das formas de fortalecer essa região do corpo. É importante lembrar que cada pessoa é única, e buscar orientação profissional, como a de Thalita Barone, pode ser fundamental para obter os melhores resultados e evitar lesões. Portanto, não hesite em procurar a ajuda de um especialista para fortalecer o assoalho pélvico de forma segura e eficaz.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *