Cuidados com cadela gestante

É comum  ter um animalzinho de estimação, e até mesmo mais de um. No caso de cães não é difícil encontrar  casais sendo criados. Caso não sejam castrados, pode acontecer cruzamentos e gestação de filhotes. Além da adoção responsável dos cachorrinhos existe uma preocupação persiste sobre os cuidados com a cadela gestante.

O que fazer durante a gestação da cadela

A gestação de cadelas duram em média 60 dias. Nos primeiros 30 dias a cadela costuma apresentar mudanças de comportamento e um crescente aumento no consumo de ração. Ela também costuma tomar mais água. No entanto fique atento á quantidade e qualidade da alimentação.

Priorize nesta fase ração de filhote, classe premium e rica em cálcio. A cadela costuma comer várias vezes durante o dia, cuide para que ela não fique muito acima do peso. Sendo necessário o acompanhamento de um médico veterinário, tanto para a correta dieta, quanto para exames de sangue e vermifugação adequada.

Forneça água fresca e filtrada, colocada em vasilha limpa.  As vasilhas de ração e água devem ser lavados  todos os dias, se necessário mais de uma vez. Se indicado pelo veterinário, a cadela pode receber suplementação alimentar com alimentos ricos em energia (arroz cozido), proteína e minerais (ovo cozido, sardinha…).

Procure também fornecer um ambiente limpo, arejado, confortável e muito carinho. As cadelas gestantes também precisam de atenção, banhos regulares (água morna), passeios dentro do seu limite de disposição (evitar lugares barulhentos e com muito movimento de outros cães) em local tranquilo, evite o estresse.

O que fazer durante o parto da cadela

Não podemos ser omissos, principalmente se for o primeiro parto da cadela. Apesar do extinto ela pode sentir medo, insegurança. A presença do tutor com carinho e aconchego durante o parto, passa segurança e conforto. Acompanhar o parto é muito bom até pra gente, pois sempre é lindo ver um novo ser nascendo.

A duração média do parto de cadelas pode ser de 6 a 8 horas, quando parem até 6 filhotes, pode chegar a 12 horas quando a ninhada é grande.

A cadela dá sinais de que está entrando em trabalho de parto. Ela procura um local sossegado, isolado. Fica inquieta, não consegue ficar deitada, ou sentada, ou andando. Costuma pedir auxílio com resmungos, lambidas e inquietação, neste momento tente acalmar a cadela de primeira gestação. Ajude a encontrar um local quieta e confortável.

As cadelas criadas em quintais com terra, costumam cavar um buraco para servir de abrigo aos seus filhotinhos. é um comportamento natural, porém deve ser observado, pois fica mais difícil de limpar resíduos do parto e isso pode atrair insetos. Insetos como formigas são letais aos filhotes, pois as picadas de formigas conforme a quantidade pode envenenar os filhotes.

Observe durante o nascimento se a cadela está com dificuldade de expelir o filhote, neste caso pode ser feito massagem e tentar estimular o filhote a se encaixar melhor para sair. Conforme forem nascendo os filhotinhos, observe o intervalo de tempo entre um e outro. É rápido questão de um a 5 minutos nos primeiros, geralmente os últimos demoram mais. Mesmo assim, verifique se a cadela ainda está com movimentos abdominais de como estivesse empurrando, e sua reação de dor, pois se persistir por tempo prolongado, procure o veterinário rapidamente.

Cuidados pós parto de cadelas

Conforme os cachorrinhos forem nascendo, a cadela irá lamber uma a um, para limpar e estimular a respiração. Logo em seguida eles irão procurar mamar. Auxilie colocando eles de imediato para mamar, pois ajuda na imunidade (mamar o colostro) e no aquecimento do corpinho do filhote.

Observe se estão todos limpos, sequinhos e com barriguinha cheia. Após limpe o local do parto. Troque os forros, procure manter sempre seco e quentinho o local onde os filhotes estão (caixa de papelão, caixote de madeira, casinha…). Evite corrente de ar frio e presença de insetos (baratas, formigas).

Após o parto, capriche no volume de água, estimule a cadela a beber mais água e se alimentar direitinho para uma produção adequada de leite para os filhotes. Evite pessoas estranhas e demais animais no local onde estão abrigados os filhotes. Evite estresse na mãe e acidentes como mordidas, pois ela fica arisca e ás vezes brava.

Cuidados com os filhotes até a adoção responsável

Por volta dos 10 dias os filhotes abrem os olhos e estão mais ativos. Neste período eles conseguem sair do “ninho´´, e por vezes podem se esconder em locais de difícil acesso e até mesmo se machucam. Conforme a quantidade de filhotinhos, sempre conte e verifique se todos estão juntos.

Observe se a mãe sabe cuidar dos filhotes. Pois há cadelas que não aceitam os filhotes, não deixa eles mamarem, nem liga com a choradeira de frio ou fome. Neste caso acolha os filhotes, insista com a mãe para ela deixar mamar. É difícil, mas se persistir ela pode aceitar e passar a cuidar melhor deles. Caso contrário, procure o veterinário para ele orientar quanto á dieta dos filhotes e cuidados essenciais.

Após o nascimento, segue a fase de lactação da cadela, dura em média 45 a 60 dias, depende do tamanho da ninhada. Ao perceber que está diminuindo a produção do leite, principalmente após 30 dias, estimule os filhotes a consumir água e ração, já preparando eles para um desmame tranquilo. O desmame, quando a mães estiver bem de saúde, deve ocorrer naturalmente. Neste caso a cadela evita os filhotes algumas vezes, até mesmo com mordidas sem machucar. Se tiver muitos filhotes, para não estressar a mãe, você já pode doar, desde que eles já saibam comer ração e beber água.

Importante observar, antes da cruza, a saúde da cadela, o tamanho do cão. Não permita cães maiores que a fêmea para o cruzamento. Se acontecer de forma não planejada (por exemplo a cadela fugir de casa no cio e ficar gestante), acompanhe a evolução da gestação e o parto. Tomando todos os cuidados necessários e com apoio de um veterinário vai dar tudo certo.

One thought on “Cuidados com cadela gestante”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *