Minhocultura uma criação versátil

Minhocultura é o nome dado á criação de minhocas.  As minhocas criadas são utilizadas para produzir húmus, iscas para pesca e são uma opção de alimentos para peixes e rãs. É um nicho de mercado interessante e versátil, pela sua simplicidade e importância ambiental e cultural.

O produtor tem na minhocultura uma opção de complementar a renda da propriedade, pois este tipo de criação é mantida pelos demais sistemas produtivos da fazenda. As minhocas tem a capacidade de transformar restos culturais e qualquer outro material orgânico em esterco (húmus), que tem um valor competitivo na praça da jardinagem.

Como são animais que procriam rápido, podem ser vendidas para o mercado da pesca, e até mesmo para atividades de manejo do solo. Na agricultura e pecuária, as minhocas colaboram com a areação do terreno e adubação orgânica dos cultivos e das forrageiras que formam os pastos.

Sendo assim, a minhocultura é uma atividade rentável para o produtor rural, e impacta os rendimentos da agricultura familiar.

Como iniciar a criação de minhocas?

Para iniciar a atividade de criação, devemos definir bem os objetivos, dentre eles temos: fornecimento de isca para pesca, fornecimento de minhocas para a alimentação de outros animais, fornecimento de húmus para a adubação orgânica de plantas ou fornecimento de minhocas para manejo do solo.

Definido os objetivos da criação, agora é definir o volume de produção, a partir de uma pesquisa de mercado.  A implantação de minhocários depende do volume de produção de acordo com a necessidade do mercado pesquisado.

A escolha da espécie é importante. No Brasil três espécies são criadas comercialmente: a Eisenia foetida, ou minhoca dos montes de esterco, a Lumbricus rubellus, ou vermelha da Califórnia e a Eudrilus eugeniae (gigante africana).

A criação exige pouco espaço, pois apresenta bom rendimento por metro quadrado. Porém a área utilizada deve ter baixa insolação, ventilação adequada, umidade em torno dos 85% e uma temperatura ambiente entre 17° e 22°C. Fornecer um ambiente confortável para as minhocas é importante para o sucesso da criação.

Além do espaço, as minhocas precisam de uma oferta de alimentos, elas comem restos vegetais, esterco de animais, resíduos domiciliares, cama de frango. Este material oferecido ás minhocas será transformado no húmus. O tempo e quantidade de produção depende do volume e origem da matéria prima transformadas pelas minhocas.

Manejo das minhocas

As minhocas também precisam ser manejadas. É necessário ter pessoas capacitadas, e dependendo do volume da produção, uso de máquinas.  Geralmente no início da atividade o manejo das minhocas é manual e com baixo uso de utensílios, por exemplo peneiras, baldes.

Faz parte do manejo, a reposição de material orgânico, reposição de matrizes, coleta de minhocas e húmus. Ao manejar as minhocas, tenha cuidado ao fazer a separação do húmus. Após a coleta das minhocas e húmus, segue a venda em pontos estratégicos diretamente aos consumidores ou para os centros de distribuição.

2 thoughts on “Minhocultura uma criação versátil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *